Bem Vindo ao Laboratório.
 
 
 

TEMPO DE PROTROMBINA

04/01/2008 - 09:10 VALORES REFERENCIAS DO LABORATÓRIO EXAME

Valores de referência :

- Tempo: 12,7 a 15,3 segundos.
- INR: 0,9 a 1,1

Interpretação e comentários :

- O Tempo de Protrombina (TP) é o tempo necessário para a formação do coágulo de fibrina após a adição de tromboplastina e cálcio ao plasma...

Valores de referência :

- Tempo: 12,7 a 15,3 segundos.
- INR: 0,9 a 1,1

Interpretação e comentários :

- O Tempo de Protrombina (TP) é o tempo necessário para a formação do coágulo de fibrina após a adição de tromboplastina e cálcio ao plasma. É um teste que avalia o sistema extrínseco da coagulação, pois é sensível a reduções dos fatores VII, X, V, II (protrombina) e I (Fibrinogênio). É usado na avaliação de alterações congênitas e adquiridas dos fatores desta via da coagulação, na monitoração da anticoagulação oral e como teste de triagem pré-operatório.
- O TP está prolongado nas seguintes condições:
-- Deficiências de fatores VII, X, V, protrombina (II) e fibrinogênio (I)
-- Durante o uso de anticoagulantes orais
-- Presença de inibidores específicos (Anticoagulante Lúpico)
-- Doenças hepáticas
-- Desordens do metabolismo da Vitamina K (deficiência de síntese ou de absorção)
-- Presença de produtos de degradação da Fibrina (PDF)
-- CIVD
-- Disfibrinogenemia, afibrinogenemia e hipofibrinogenemia (menor que 100mg/dL)
- Em pacientes em uso de anticoagulante oral, a estabilização do TP só é atingida em torno de 6 a 10 dias do início desta terapêutica e, quando o anticoagulante é suspenso, são necessários 4 a 7 dias para que o TP volte a níveis normais. A administração de Vitamina K parenteral reverte a ação dos anticoagulantes orais 12 a 14 horas após o seu uso.
- No controle da anticoagulação oral, é importante que o paciente tome o medicamento sempre no mesmo horário e que colha a amostra de sangue aproximadamente no horário em que fez as coletas anteriores.
- Na fase estável de anticoagulação oral, os pacientes devem ser monitorados com resultados de TP expressos em INR (International Normalized Ratio). Na maioria dos casos de uso de anticoagulação oral, o INR deve ser mantido entre 2,0 e 3,0.
- Exceções: paciente com válvula cardíaca mecânica, pacientes com recidiva de trombose (quando mantidos em nível terapêutico entre 2,0 e 3,0) e portadores de Síndrome antifosfolipídica, quando podem ser consideradas faixas terapêuticas de INR acima de 3,0.
- É importante lembrar o efeito que medicamentos, alimentação e outras situações causam no resultado deste teste.

voltar

Exame Análises Clínicas - Fone/Fax: (0xx18) 3221-7449
Presidente Prudente - SP